Notícias Recentes




NO CONSELHO MUNICIPAL - SAÚDE DESMENTE HOSPITAL E MOSTRA PAGAMENTOS EM DIA

No Conselho Municipal


Saúde desmente hospital e mostra pagamentos em dia


Em resposta ao ofício encaminhado pelo Conselho Municipal da Saúde que questiona a Prefeitura sobre a existência de pendências com relação aos pagamentos efetuados ao Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo, a Prefeitura apresentou relatório financeiro comprovante que os pagamentos estão regulares. De acordo com o documento, a atual gestão assumiu – em janeiro de 2017 – com dívidas de 2016 no valor de R$ 1,56 milhão e tal valor foi pago parte em 2017 e parte em 2018.


Um fator que gerou dúvidas e questionamentos durante essa semana foi uma mensagem encaminhada pelo diretor do hospital em um grupo de troca de mensagem formado por membros do Conselho Municipal da Saúde. O gestor afirmou que a Prefeitura estaria devendo R$ 1,2 milhão à instituição. “Os demonstrativos apresentam obrigações vencidas há menos de dez dias no valor de R$ 203 mil, valor muito inferior ao apresentado informalmente pelo gestor do hospital aos conselheiros”, afirmou Ewerton Clemente, secretário de Finanças.


Para esclarecer todas as dúvidas, o secretário da Saúde, Filemon Silvano, participou da reunião do Conselho Municipal da Saúde – ocorrida na quarta-feira (12) – e questionou o relatório informal transmitido pelo diretor hospitalar. “Apresentei relatório da Secretaria de Finanças com os comprovantes dos depósitos feitos pela Prefeitura, desmentindo o balancete informal. É muita irresponsabilidade divulgar números sem o devido embasamento. Comprovamos ser mentira a existência da suposta dívida. Há hoje um débito de R$ 203 mil cujo vencimento foi no dia 5 de dezembro e que será pago antes do final do mês”, esclareceu Filemon Silvano.


Outro ponto que levantou debates é o atraso aos salários dos médicos que atendem junto ao hospital. “Chegou ao Conselho a informação de que os médicos estão com os pagamentos atrasados devido ao suposto atraso no repasse feito pela Prefeitura. A verdade é que os médicos receberam nesta semana os salários referentes a setembro, estando com os meses seguintes em atraso. O diretor clínico está sem receber pela função deste novembro de 2017”, complementou o secretário da Saúde.

Autoria: Danielle Moraes
Fonte: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Foto:
Postada em : 18/12/2018